Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

segunda-feira, 22 de março de 2010

O Velho Caco da Solidão (Velho Amanhecer)

O Velho Caco da Solidão

A solidão daqueles tempos era a solidão barulhenta. Ele estava só no meio de todas as pessoas. Ele estava só no meio de todas as vozes. Estava só no meio de tudo e todos.


Solidão Desnecessária

No meio de todas as vozes ele estava sozinho
No meio de todas as pessoas ele estava em silêncio
No meio de todas as vozes estava o silêncio
No meio todo o silêncio, as pessoas...

Ele olhava pros lados e não via ninguém
Atrás de ninguém havia todo mundo
Mesmo com todos ao seu redor
Todos ao seu redor
Redor
Todos
Todos ao seu redor o tornavam só
Só ele no meio de todos estava sozinho


No meio de todo o silêncio não havia nada
No meio da solidão não havia ninguém
No meio de todos ao seu redor havia a solidão
No meio de ninguém continuava ele, sozinho

Só no meio de todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário