Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

sexta-feira, 5 de março de 2010

Além

Nas ondas que se desmancham encontrei a paz
Fui ao mar em busca do fim e o começo foi o que achei
Pois só quero que me levem, o lugar tanto faz
Pra onde quer que o barco vire eu sei que viverei

Nas ondas que se formam encontrei a vontade
Fui ao mar em busca da cura e me deram o caminho
Pois o que eu quero, conseguirei com naturalidade
Pra onde quer que siga, talvez seja certo ir sozinho

Nas ondas que eu não sinto mais, encontrei a mim
Fui ao mar para fugir da vida e me achei perdido
Pois serei navegante do início ao fim
Nas ondas que batem acabei ferido
Fui ao mar em busca do meu próprio bem
Pra onde quer que seja, que seja sempre além

Nenhum comentário:

Postar um comentário