Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

domingo, 30 de janeiro de 2011

O Muro

"Tinha toda a vida diante de mim, fechada como um saco, e entretanto tudo quanto havia lá dentro continuava inacabado.
Tentei, num momento, julgá-la. Quisera dizer: foi uma bela vida.
Mas não se podia fazer um julgamento, pois ela era apenas um esboço; havia passado o tempo todo fazendo castelos para a eternidade, não compreendera nada.
Não tinha saudades de nada; havia uma porção de coisas das quais poderia sentir saudades, (...); a morte, porém, roubara o encanto de tudo."

Jean-Paul Sartre . O Muro

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Aos Capricornianos em Minha Vida

Do tempo se fez toda a certeza
E com o tempo se desfez
A pressa e a ansiedade
No signo da objetividade

Conscientes dos limites
Limitados a própria vida
Pacientes jogadores
Responsáveis protetores

Naturalmente ambiciosos
Humanamente receosos
A busca de toda plenitude
Em sua própria atitude

Capricórnio, Pã dos homens
Autores do seu próprio tempo
Senhores da capacidade
Tem em si a qualidade
Pra alcançar tudo que almejam
Lutar pelo que desejam
No seu tempo, sua vida
Faz o tempo, faz a vida