Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

domingo, 7 de março de 2010

O Par

O Par ( The Time)

Time runs slowly in my clock
The hours will never set me free
Time will never end or just stop
There’s no way to scape can’t you see?

Os dias vão e voltam de repente
Os meses sempre tem que terminar
E tudo é tão rápido pra gente
Quando é que vamos nos acostumar?

Tudo que fazemos tem seu fim
Um dia nossa vida há de parar
Tudo que era belo vai-se enfim
E ainda tentamos tudo controlar
Everything we are will end someday
We can’t just live until this Day
Nothing that you think, do or say
Can’t make us go to other way

O tempo no relógio corre lento
As horas nunca vão me libertar
Não podemos nos livrar do tempo
E ele não vai nunca acabar

The days comes around my mind
The month will be over fast
The answer only ourselves can find
The year gives his place to the next

Everything we do will end someday
And stop the clock is just a lie
Nothing that you think, do or say
Will give us chance against time
Tudo que nós somos vai passar
Tudo o que fizemos acabar
Só podemos viver o que restar
Fazer do tempo o nosso par

Nenhum comentário:

Postar um comentário