Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

terça-feira, 4 de junho de 2013

Tão Diferente

As diferenças não são feitas pra serem somadas. É isso que todo mundo sempre quis dizer com mil e uma frases feitas sem sentido e sem pudor. As diferenças foram feitas pra diferenciar e a gente nunca sabe passar por cima das coisas que nos diferenciam, não é mesmo? Cadê aquele guia de prioridades? Nunca me entregaram um na escola. E enquanto as nossas diferenças nos separavam, eu ia ficando cada vez mais diferente dos demais... pior do que os demais.

Mais uma vez, você acabou comigo, sabia? Eu te empurrando pra dentro e você delicadamente me guiando pra fora. Agora eu to aqui, do lado de fora da sua vida, nunca mais vou saber dos seus erros e acertos, nunca mais vou saber das coisas pequenas que te fizeram feliz e das tragédias que acabaram com seu dia. Convenhamos, meu amor, pra qualquer pessoa que, por ventura (falta de sorte), caísse aqui dentro da minha mente, isso seria uma coisa muito boa, mas eu nunca fui muito inteligente, não é mesmo? Toda essa tristeza e desilusão dos outros sempre significou mais uma chance pra mim. Infelizmente as diferenças fizeram diferença dessa vez.

Não dá pra continuar, infelizmente pra mim, felizmente pra você. Agora você esquece tudo o que aconteceu e corre atrás dos sonhos que nunca tiveram espaço pra mim e eu procura alguém pra ocupar o seu espaço nos meus sonhos. Talvez essa seja a grande diferença entre nós. Irônico

Mas há de surgir um dia, em que você entenda que o que eu queria era só te ter do meu lado, independente das dificuldades, somar as diferenças e subtrair as distâncias pra que a gente pudesse ter muito mais vida juntos. Mas que seja... Talvez essa diferença que nos separou, construa alguma diferença notável no jeito que eu me expresso assim, tão melancólico, tão deprimente, tão diferente