Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Tantos Desencontros

Existiam duas almas que se buscavam
Perfeitamente criadas, por acaso ligadas
Perfeitamente criadas, uma contra a outra
Mudadas, uma pra outra, por rotas trocadas

De tantos desencontros se fez o casal
Em eterna luta contra um cruel final
Juntos buscando qualquer plenitude
Somente sozinhos tomavam atitudes

De mais desencontros as pontem caíram
E todos os contos e poesias sumiram
De tantos erros o acerto se desfez
E tudo o que, da perfeição, foi criado
Hoje faz parte de longínquo passado
Que em sonhos sempre se repete outra vez

Nenhum comentário:

Postar um comentário