Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

domingo, 9 de maio de 2010

O Meu Romance

"Brilha Onde Estiver"

Cada vez mais perdido nessas frases
Cada vez mais longe dos sentidos

Não consigo mais me achar no que descrevo
Não há mais nada de mim no que escrevo

E a cada estrofe elaborada
E cada rima já usada
E a velha frase tão falada
Eu sempre me pego em ares que não são meus
Sempre me pego lembrando de traços seus


Cada vez mais perdido nessas frases
E em tantas fases
Que eu sempre soube que eram iguais
E ainda hoje não me encaixo nos ideais
Que eu sempre defendi
Pra ti

Nas várias justificativas
Tantas palavras significativas
Esperam guardadas pra outra ocasião
Quem sabe até lá eu recobre a razão...

Cada vez mais longe dos sentidos
Sentimentos omitidos
Que até hoje são ideais
E que sempre serão iguais
Pra ti
Te defender de alguém?
Acho que era de mim


Já me perdi de novo
Devia ter mapeado tudo isso
Pra não correr o risco
De esquecer do que é novo...

Mas no mais nada mudou
O tempo só consolidou
Momentos pra me torturar
E o olhar se conformou
O sorriso se apagou
Vou ter que me acostumar

E só pra ti que escrevo
Só pra ti que me descrevo
Saiba desconsiderar
Ou então levar em conta
Que não tento mais mudar
Esse romance mal escrito
Esse filme tão mal dito
Que nós sabemos... Nunca vai acabar

Nenhum comentário:

Postar um comentário