Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Reflexo

Nós somos reflexos
De tudo o que falamos
Tudo o que pensamos
Um pro outro por querer
Somos como amantes
Em segredo, vacilantes

Reflexos, quase espelhos
Das atitudes tomadas em conjunto
Da sincronia nos assuntos
Somos frutos do acaso
Dois ideais compartilhados
E dos tempos assombrados

Estamos distantes e bem juntos
Sentimentos obscuros
A busca por portos seguros
A união de dois mundos

Somos reflexo um do outro
E a timidez de um só encontro
As palavras ainda não ditas
Unidos pelas mesmas feridas

Nenhum comentário:

Postar um comentário