Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

terça-feira, 25 de abril de 2017

Chão

Toma conta de mim
Se meus olhos parecem cansados
E minhas mãos evitarem outro toque
Quando tudo ficar mais difícil
As lembranças que assombram o sono
E as noites passadas em claro
Só toma conta de mim
Porque é disso que eu preciso
Vai ser confuso e arrastado
E parece que a paz não existe
Mas quando tudo em volta despenca
O que eu busco é um pedaço de chão
Então, veja bem, coração
Toma conta de mim
Assim como eu cuido de ti
Em toda e qualquer decisão

Nenhum comentário:

Postar um comentário