Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

domingo, 21 de novembro de 2010

Silenciado

Eu já perdi muito tempo
Já tentei achar em outros
O que só existe em mim
E agora, tão perto do fim
Meus olhos se abrem, aos poucos

Já lutei contra tanto vento
Tentei viver temores loucos
E segurar o estopim
De uma guerra entre o ruim
E o pior de mim, já soltos

Eu já tentei concertar tudo
E não ficar aqui parado
Me sentindo assim, aliviado
Por escrever e ficar mudo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário