Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Apelo Coletivo

Falam me sobre azar e sorte
E eu já nem escuto mais
Casos e acasos, quem liga?
O importante é ter onde chegar
Falam me sobre amor e morte
Já nem vejo nada demais
Aceno e digo "prossiga"
Pra o assunto não se alongar

"Fale a todos, se importe"
Já nem me deixam em paz
Afinal, o que querem que eu siga?
Alguma nova idéia vulgar?
"Abaixe a cabeça, se porte"
Penso, que diferença faz?
Seja lá o que for que consiga
Pra mim nunca, nunca vai mudar

--

E agora, o que é azar e o que é amar?
Será que só temos de morrer pra ter sorte?
E afinal, se calar é melhor do que nada falar?
Será que acharemos algo que nos importe?

Nenhum comentário:

Postar um comentário