Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Névoa

Quando me pegares olhando o nada
De olhos profundos e cara fechada
Saiba que estou sonhando

E quando em sonho me encontrares
Sorridente, respirando outros ares
Saberás no que estou pensando?

Vez ou outra irei despertar
Esperando você me encontrar
Apenas te idealizando

E se me deixares na solidão
Volto aos sonhos, a ilusão
De lhe ter me procurando

Nenhum comentário:

Postar um comentário