Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

sábado, 18 de setembro de 2010

Dez Minutos Sem Razão

Esse seu silêncio me atordoa
E tantas duvidas me esgotam
São tantos os versos que me sobram
E tanta dor que aqui me sobrevoa

A tristeza me consome tanto
Que me vejo preso a tudo seu
A tantas cartas que você me deu
Acorrentado a seu encanto

Já nem caibo mais em meus sonetos
Já nem sirvo mais pra outra vida
E já nem sei contar mais sobre mim

Vago a noite em vários leitos
Procuro algo que me divida
Para que não escreva mais assim

Nenhum comentário:

Postar um comentário