Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

sábado, 4 de setembro de 2010

Mandolin

Havia, sobre várias luzes, um casal
Como se o foco de um desses dramas
E a cena sobre um grande palco em chamas
A desabar, como tudo que é natural

Havia no casal um ele
Que não dançava conforme a dança
Não é companhia que se aconselhe
Mas que sabia criar esperança

Havia também a outra parte
Ela que só sabia dançar
Que via a vida quase como arte
E que aguardava ansiosa seu par

Um encontro e os dois ao chão
Talvez fosse só ocasião...
Nada demais, sem razão
Ou opção? Será que não?

Pra eles havia uma última valsa
Talvez um réquiem de um belo futuro
Ou um princípio bastante inseguro
Ou só uma vontade falsa

E os dias iam só passando
E os dois lados se encontrando
E passo a passo se juntando
Desconversando, se enganando
E um destino se formando
Entrelaçando e separando


Algo que nunca foi um só

Nenhum comentário:

Postar um comentário