Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Muros

Sentimento de impotência
De vazio e solidão...
Paciência. Compreensão.
Um lamento
Lento...

Sente-se, sinta-se.
Enxergue o que me preenche...
A solidão que se ergue
Em frente. Enfrente
A sensação,
O Senso... A Ação.

Muros altos demais
Mural dos demais
Muros, um pouco de paz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário