Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Doce Amargo Regresso

Vamos conversar:

Sabe, cansei de te esperar
e pior, me esperar...
Fico aqui cego e calado
E no que lhe diz respeito parado

Cansei das boas intenções
E não quero suas condições
Se achas que deve ser assim
Então enfim aceito o fim

Cansei de tentar sem sucesso
Criar um doce amargo regresso
Passar por cima de acertos
Dos meus erros, dos seus medos

Guardo as lembranças de outro passado
Vou fingir que fui só apagado
De um mundo seu
Recriar um meu...

E a cada sexta feira
Te ver é me jogar da ribanceira
Acabou pra ti, não pra mim
Acabou comigo e há de ser assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário