Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Teu Sono, Meu Sonho

Ainda espero um tal momento
Em que tudo há de se acertar
Que talvez você possa acordar
E não mais passar, como se vento

Nesse despertar fantasiado
Quero poder estar a teu lado
Quero não calcular e nem saber
Mas te sentir e até te viver

Faça do nosso dia a sua noite
Faça do meu sonho nossa vida
Faça que eu não pense, que seja

Mesmo que o vento nos açoite
E que o caminho nos divida
Onde quer que eu vá, que esteja

Nenhum comentário:

Postar um comentário