Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

domingo, 25 de junho de 2017

Sinestesia

Somos cura pro amargor que nós mesmos causamos
Pra fugir desse torpor que a vida força para dentro
Vamos recriar o amor e nos encontrar no centro
Aproveitar este sabor do caso que nós começamos


Bagunça a minha vida com o olhar silencioso
Destrói esta barreira erguida entre nós e a felicidade
Deixe a dor se esquecida e me acompanha na cidade
Com esperança repartida no futuro misterioso


Não se esquece deste toque
Te compus em melodia
Saudade e sinestesia para além da madrugada
Não se afasta assim tão cedo
Deixa amanhecer o dia
Descobrir o que seria nossa vida misturada


Algo deve nos bastar então que seja este conforto
Faz do meu corpo lugar de descanso pra sua pele
Tudo o que eu não lhe falar espero que o tempo revele
O interesse a despertar meu coração já quase morto


Não se esquece deste toque
Te compus em melodia
Saudade e sinestesia para além da madrugada
Não se afasta assim tão cedo
Deixa amanhecer o dia
Descobrir o que seria nossa vida misturada

Nenhum comentário:

Postar um comentário