Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

sábado, 24 de junho de 2017

Bagunça

Desfaz minha postura, descruza meus braços para ti
Convenientemente somos meio complicados
Compreendo tua dor nestes segredos revelados
E novamente deixo um pouco disso tudo aqui


Naturalmente meu desejo é aproximar
Seguir acreditando que isso é compensação
E me condicionar aos momentos sem pretensão
Pois todo esse conforto não é fácil de encontrar


Não me assusta a inspiração que se repete por sua causa
Se encontras meu olhar é porque quero te entender
Toda essa bagunça não diz nada sobre o enlace
Tem algum encaixe, algo que você me causa
E novamente vem o impulso que me leva a te escrever
Apreciando a sorte que fez que a gente se encontrasse



















Nenhum comentário:

Postar um comentário