Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

terça-feira, 3 de agosto de 2010

O Que Couber

Conflituoso em versos vagos
De mil dores muito humanas
E de certezas tão insanas
Um estranho em meio a magos

Colecionador de estragos
Trazia dentro das entranhas
Tantas sensações estranhas
Passos, vazios tão largos

De tanto estrago e desaponto
Ele ia passo a passo
Vivia cada dia um dia

De tanto amargo triste encontro
Ele carregava no braço
Tudo o que ele não podia

Nenhum comentário:

Postar um comentário