Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Café, Cigarros e Tristezas

Acho que te vejo demais

Por essas ruas já cansei de andar
E me cansei de sentar
Em todo e qualquer bar
Apenas pra te esperar...

Não sei mais que horas são
E nem pra onde as pessoas vão
E só eu sei qual é a razão
Dessa insensata solidão...

E eu ainda te vejo em cada esquina
Em cada espelho eu te desejo
Em cada cigarro eu te devoro

E eu ainda seguro cada ruína
E a cada instante és tu que vejo
E é por ti que aqui imploro...

Nenhum comentário:

Postar um comentário