Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Reeducação

Esqueci que haviam outros dias, outros anos
Vesti a mesma fantasia e nem pensei
O quanto o gasto apaga o que eu conquistei
E agora é a hora de recalcular os planos


Foi inconsequente e certamente prazeroso
Virando as noites em busca de diversão
E nunca quis nem procurar evolução
Satisfação era meu bem mais valioso


Hoje eu nem sei o que é que esperam de mim
Sei que eu desejo algum conforto e resultado
E ver crescer o sonho que tenho criado
De ser aquele que comemora no fim


Então este é o sinal de minha mudança drástica
Me despeço do impulso destrutivo
Seguindo em frente mesmo sem nenhum motivo
Pra ver se a vida é realmente assim fantástica

Nenhum comentário:

Postar um comentário