Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

quinta-feira, 13 de julho de 2017

13 de Julho de 2017

Qualquer toque há de bastar ao arrepio de minha derme
E os mais profundos desenganos que se acalmam no silêncio
São teus olhos, outra vez, tomando conta de minha mente
E tudo o que eu desconheço, mas já é parte de mim
De repente a distância nos ensina algo sobre o amor
A gente teima não notar, mas sofre a ausência partilhada
Não há nada pra teorizar, eu só sei que sinto muito
E não sinto nenhum pesar pelas verdades reveladas
Você já sabia, você sempre soube do que calo
Pois no íntimo sentimos e pensamos parecido
Entre minhas mãos as tuas mãos e o temor deste futuro
Aceita-me, sou parte da vida que vem adiante
É isso sim, eu amo a tua presença
E poderia tecer milhões de frases pra provar
Se tudo assusta quem rodeia, eu sigo com tranquilidade
A amo e seguirei amando, se esta é a sua vontade

Nenhum comentário:

Postar um comentário