Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

domingo, 5 de junho de 2016

Sobre a Chuva #2

Será que nasce um sol por detrás da tempestade?
Não sei bem se é luz o que nos falta nesse dia
Talvez assim você enxergue a resposta que queria
Talvez se eu sento e espero passa essa ansiedade

Contido nas janelas meu horizonte é sempre igual
Eu enxergo tantos meios pra encontrar tantas saídas
E você aí perdida nas vielas divididas
Buscando equivocadamente a resposta mais fatal

Se a tempestade continua você apenas cruza os braços
E eu respondo do outro lado que é simples me seguir
Eu menciono o meu passado e conto pra onde devo ir
Aos teus olhos eu me encontro apenas em meio aos vagos

A tempestade irá embora um dia, a gente sabe que irá
E pra onde a gente vai acostumado com a inércia?
Eu me desdobro em mil pra elaborar a peripécia
Pra te levar junto comigo, onde quer que eu vá

Nenhum comentário:

Postar um comentário