Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

domingo, 3 de abril de 2016

Soneto Sobre Qualquer Coisa

O que está acontecendo comigo?
Onde foi que eu estraguei tudo?
Quando é que isso vai fazer sentido?
Quando é que eu realmente mudo?

Quando é que os dias prosseguem normalmente?
Como faço pra acabar com o que acaba comigo?
O que foi que eu consegui com meu jeito persistente?
Como transformar esse presente em caso antigo?

Mil sonetos não conseguem me tirar desse soneto
Mil poemas não irão resolver o que há de errado
Se eu escrevo outra carta pra quem é que a destino?
Tudo isso é tão errado, mas no fundo não tem jeito
Vou vivendo no presente me afundando no passado
Porque só o que eu entendo é que não sei pra onde estou indo

Nenhum comentário:

Postar um comentário