Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

domingo, 17 de abril de 2016

17 de Abril de 2016

Querida,

Lhe escrevo hoje porque não há mais nada que eu possa lhe falar, entretanto tenho tanto a dizer. Assim como a vida continuou dia após dia enquanto estive ao seu lado, os dias continuam ao meu lado enquanto a vida ainda pertence um pouco a ti. Não há muito o que dizer sobre esse processo, o tempo passa, porque tem que passar, as coisas passam, porque têm que passar, e você sempre soube de tudo isso muito melhor do que eu. Um momento cria outro, nesse meio tempo apenas podemos tentar guardar o que nos é precioso. Sabendo do que perdemos, eu agora me pergunto se vivemos um momento ou apenas falhamos em guardar o que éramos em um intervalo entre momentos.

Ainda não entendo o que aconteceu. Contei diversas vezes a história das bobagens que eu te disse, procurando em meio a tanta coisa quais foram as bobagens que fizeram diferença pra essa história. Eu sei que alguma coisa se perdeu, mas talvez tenha sido alguma coisa que eu não conheci de fato, portanto jamais poderia encontrá-la. Por diversas noites eu pensei nisso e cada uma dessas noites eu perdi, porque as respostas que eu procuro nunca apareceram. Veja bem, não espero que me explique ao seu modo quais foram as causas do incidente, pois as horas que o destino ainda pode nos reservar devem ser gastas com outras coisas.

Sinto sua falta. Tenho notado sua ausência com frequência, nessas horas respiro fundo e penso que você está ocupando os espaços ideais agora, pois a última coisa que desejaria era me tornar um exercício. Ainda penso no que você me falaria diante de situações diversas, ainda lembro do seu cheiro invadindo a minha cama. Saudade é uma coisa que não dá pra explicar, é algo que nos distancia ainda mais do que as distâncias. Sinto sua falta porque foi só o que sobrou de ti. 

Eu nunca quis que fosse dessa forma. Dou muito valor à vida que tivemos juntos e ao que construímos um no outro. Fomos essenciais um para o outro, de formas diferentes, mas sinceras. Tenho orgulho do que criastes em mim, assim como fico honrado ao reconhecer um pouco de mim em ti. Eu nunca quis que a gente se magoasse, porque merecemos a felicidade e a plenitude, tanto a que tivemos e sempre será só nossa, quanto a que nunca poderíamos viver juntos. Eu entendo que tantas coisas em nós são infinitas e que só pode haver carinho por aquelas coisas que são passado agora, mas confesso que você habita meus sonhos persistentemente, não só aqueles que tenho dormindo. 

Por vezes eu comecei essa carta e desisti, não sabia o que falar e não queria de forma alguma trazer à tona sensações ruins, porque o nosso fim foi muito amargo e hoje eu desejo que a sua lembrança de nós seja bela. Ainda não tenho certeza das palavras que estou escrevendo, mas não devo faltar com coragem por me faltarem razões. Sendo assim vou ocupar esses espaços com o que houver de bom.

Não foi fácil. Ainda não é. De qualquer forma eu continuei aquelas velhas batalhas, conquistei mais algumas coisas boas. Estou trilhando o meu caminho com foco. Não me destruí, mas não escondo os meus deslizes. Não te fiz promessas, mas ainda me serves de motivação pra ser uma pessoa melhor, pelo respeito ao seu papel na minha vida. Fui feliz quando pude. Não quero compartilhar minhas angústias contigo, vou apenas resumir que tenho passado por alguns problemas, que você já conhece, e tenho encontrado certa dificuldade em alguns momentos. As vezes desejo tanto o seu apoio e o seu colo, que até penso que não conseguirei mais nada sem ti, mas não me entrego e, quando posso, faço o meu melhor.

Não tenho tido notícias suas, o que tem sido uma tristeza calculada e necessária, mas rezo por ti todas as noites e te desejo do fundo do meu coração a felicidade e as realizações que você merece. Extendo esse desejo à sua família também, a cada uma dessas pessoas que foram parte da minha vida e que também me fazem falta, de formas inexpressáveis. Apenas tenho acesso à fragmentos de suas alegrias e me traz satisfação ver que estás rodeada de pessoas que te amam e querem apenas o seu bem.

Sinto necessidade de dizer algumas coisas por mim e por você. Não te culpo por nada do que aconteceu e perdôo cada uma das suas falhas. Reconheço meus erros e te peço perdão. Disse coisas que não eram verdades e expressei sentimentos confusos, porque nem sempre eu soube o que fazer. Tudo o que vivemos foi novo pra mim, hoje eu estou mais preparado pra agir de forma mais madura perante situações adversas. Também quero que não se sinta mal por ler outras coisas que tenho escrito, apenas entenda que nem todos os dias foram fáceis e que em alguns momentos a necessidade de te ter por perto se transformava em desespero. É importante dizer também que te entendo e te amo precisamente da forma como és e não julgo suas escolhas, te quero genuinamente feliz e se isso já não pode me incluir, já me conforta saber que por vezes fui eu quem te trouxe felicidade. Me dói, é claro, não fazer mais parte da sua vida e não saber o que o amanhã reserva para nós, mas me dói mais ainda pensar que as minhas últimas palavras pra você foram as piores que eu podia dizer. Então se nunca mais puder te dizer nada, desta carta poderás sempre tirar as melhoras palavras para o nosso final.

Há sete anos atrás eu conheci a pessoa que mudou a minha vida e isso é pra sempre. As relações são efêmeras, a gente também é, mas você é parte do que sou hoje, está estampada em pele e no coração que ainda bate diferente por você. Obrigado por ter compartilhado tantas histórias boas e ruins, nem todas as pessoas tem a chance de viver um amor tão forte quanto o que nós vivemos e isso já faz da vida um pouco mais valorosa. Não sei o que vamos viver daqui pra frente e se teremos a sorte de nos reencontrarmos, mas eu quero lembrar do nosso tempo com um sorriso e não guardá-lo para uma eventual reviravolta.

Portanto viva plenamente, seja assim desconcertante como és e experimente tudo o que te desperta o interesse. Felizes aqueles que estiverem em teu caminho, porque conhecerão a pessoa mais fantástica que eu tive o prazer de conhecer. Continue se amando e vivendo pela sua melhora, afinal de contas você é capaz e especial, com certeza vai alcançar coisas grandes e acredito que seus sonhos se realizarão. Desejo paz e felicidade, essa palavra que te persegue aonde quer que você vá. E quando as distrações faltarem ou a queda for maior que o vôo, lembra que o meu amor é seu e pode ser pra ti o que for mais conveniente. Não se resguarde por medo de me machucar, se precisar de mim estarei aí, assim como sempre estive, assim como sempre estarei. Eu te amo, do fundo do meu coração.

Sempre seu,
Merlin

Nenhum comentário:

Postar um comentário