Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

terça-feira, 19 de abril de 2016

Amigo

Amigo,

Se me pedes o consolo da minha companhia
Como eu, que sozinho sou nada, negaria?
Eu que sem ti seria cinzas ou apenas levaria a vida cinza
com amargura
Se teus dias são ruins, que sejam nossos
Se tuas noites são longas, que sejam nossas
Se tuas dores apertarem, que sejam minhas também
Pois se diante de todos em minha vida, foste contigo
que escolhi compartilhar minha caminhada
seja intensa ou perisosa, com obstáculos medonhos
com pesadelos e sonhos, para mal ou para bem
É contigo que contei, então contes comigo também
Posso perdoar todo o mal que me causares
Mas como perdoaria se escolhesses se causar o mal?
Este mal que é estar sozinho não compensa
Então para e pensa.

Amigo
Pro que precisar
conte comigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário