Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Difícil É Aguentar O Fim da Noite

A primeira noite ao seu lado está pra acabar
Qual sentido o dia poderá ter?
A medida da distância te faz igualmente presente
E teu nome ecoa nas cordas do violão

A primeira noite ao seu lado está pra acabar
Peço apenas pra não se perder
Eu sei que é difícil me dizer o que sente
Mas nesse mundo partilhado se deu vazão

A primeira noite ao seu lado está pra acabar
Mas o que eu poderia fazer?
Deito outra vez, cabeça cheia, peito ardente
Mas com a certeza de que outras virão

A nossa vida pode enfim começar
Que comece certa com você
Apesar do tempo e idade, sei que sente
Que já há seu lugar no meu coração

Nenhum comentário:

Postar um comentário