Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

quinta-feira, 10 de março de 2016

Retrato Olhando Pro Nada

Emoldura-me como presente do passado
Faz de mim a foto mais saudosa
Repara bem que fui amado
Faz de mim a lembrança valiosa

Recorta tudo, deixa tudo de lado
Trata da imagem com vontade rigorosa
Olha só meu rosto aliviado
Guarda como lembrança nossa

Agora nas fotos olho pro nada
Agora a natureza anda morta
Agora de mim não tem mais nada
Agora lembrar disso corta

Agora o retrato é em branco e preto
Agora já não faz sentido
Agora a recordação é medo
Agora nada mais importa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário