Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

terça-feira, 3 de março de 2015

Tormento

Me escreve assim de longe por não ter escolha
Deposita nessa folha o que não quer sentir
Não há porque mentir, não há mais conjunto
A gente junto é só história, não dá pra fingir

Não tem nada em comum no que a gente vive
Não digo onde estive e não escuto onde vai estar
Não vai mais mudar, a gente não tem mas caminho
Daqui sigo sozinho pra qualquer outro lugar

Não há sinceridade que pague o preço da saudade
Não há amor demais que valha o eterno sofrimento
Não há qualquer afeto que justifique essa tensão
Só há necessidade de manter a comodidade
Só há um grito interno que me livra do tormento
Só há mais um discreto pesar neste coração

Nenhum comentário:

Postar um comentário