Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Sentido Pra Um Fim

Derrotado como sempre. Acho que a minha sina é me perder pra nunca achar nada. Talvez eu viva pra perder tudo o que sempre me manteve vivo.

Eu já tenho tanto pra lhe dizer... sei que mal fui embora, mas nem consigo calcular a vontade que já tenho de voltar. Já sinto sua falta como se ela estivesse sempre aqui. Dói demais essa saudade das coisas que nós poderíamos ter vivido, dói demais esse espaço vazio... que eu nunca deixei que você ocupasse. Espero não ter que esperar muito.

Eu sempre tive o consolo de ter dado tudo de mim. Sempre tive o conforto da compreensão alheia. Eu sempre tive o direito de me culpar apenas por ter aceitado demais. E agora? Quando cair a noite e eu só tiver o silêncio do meu quarto, quem vai me proteger dos meus fantasmas, sendo que tudo o que eu fiz foi criar mais um pra me atormentar? Eu queria poder me esconder atrás de toda essa sua vontade, mas eu já sou covarde demais sem o seu colo.

É triste ir embora assim tão cedo. Queria criar raízes e viver tudo o que eu pedi pra mim, mas o chão a minha volta já se abriu demais e eu não tenho mais onde segurar, não tenho mais nada pra me sustentar.

Eu consegui a liberdade, mas, de novo, vou sentir toda a solidão.

Olha, meu amor, por mais que não creia você ainda é o meu amor. Sentimento não é só dito ou sentido, sentimento também é sintonia, e a sintonia que eu tenho com você eu nunca tive com ninguém. Por mais que eu me apegue a outras vozes e outros olhares, por mais que eu já seja apegado a tantas outras pessoas, se eu tivesse forças pra viver mais do que só a minha vida, eu te juro que viveria a nossa vida, mas o tempo já se desfez e só me resta lamentar o que eu nem construí.

Se você realmente queria nada, então você fez tudo errado e conseguiu despertar tudo isso em mim.

2 comentários:

  1. Jamais pensei que te entenderia, e agora entendo em cada palavra... te devo desculpas por isso.

    ResponderExcluir