Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Recado

Um singelo recado é o que eu tenho a devolver
Recompensa pelo esforço e pelo afeto que despende
Afinal você me entende sem nem mesmo me entender
É tão pouco perder o que nem ao menos nos prende

Não é ausência se eu ainda estou do outro lado dessa sala
Não se murche à negativa de um desejo tão recente
Não é distância se eu ainda estou ao alcance de sua fala
Nada entre nós se perdeu, só o toque é diferente

Tudo isso é ilusório, só carregue a experiência
E a gente se constrói em outra forma de carinho
Porque nada mais importa, se te agrada, estou aqui
Vão se coisas agradáveis, sobrevivem as vivências
Que a gente se encontre várias vezes nos caminhos
E que passe tudo mais, e só o melhor fique pra ti

Nenhum comentário:

Postar um comentário