Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Valentine

Eu tenho pouco mais de alguns minutos pra te fazer sorrir
E insistir mais uma vez que isso tudo é mais que nada
Você tão concentrada em não se permitir
E eu que a quero tanto e não posso lhe dar nada

Eu quis te conhecer e conhecer um "eu" contigo
A despeito do perigo do que você pode me causar
Se é pra machucar que venha, não serás pior castigo
Do que a possibilidade de nunca te encontrar

Eu já te falei o tanto que você é linda?
Talvez você não sinta nada e nem venha a sentir
Mas já me conforta saber da sua vinda
Saber que de você eu já não posso mais fugir

E a gente nem se conhece tanto, você pensaria
E diria que gosta de ver as reações pessoalmente
Eu nem sei ao certo o que aconteceria
Mas já vale a pena, porque iniciaria a gente

Nenhum comentário:

Postar um comentário