Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

domingo, 24 de janeiro de 2016

Permanência

Permaneço

Na somatória de meus desejos mais profundos acabo sempre esbarrando em nossos resultados e, sendo assim, fecho meus olhos pro que deixo de ganhar. Quem somos nós nesse novo dia, quem seremos amanhã?

Metaforicamente eu venho me jogando de abismos para encontrar teus braços e vendo que teus braços são os verdadeiros abismos. Permaneço. Há no fim a esperança de que o fim não venha, quem será que engano tentando me enganar? Traçar em areias outro sonho é esculpir um destino muito frágil, não é mesmo, meu amor?

Permanecemos então

Nenhum comentário:

Postar um comentário