Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Matheus

A sinceridade de tudo isso está nas pequenas coisas e não nos mundos que eu sonho em mudar. De cada um dos fatos eu guardo um tanto pra mim e tem sido assim há muito tempo. Sabe como é sentir coisas e não querer sentí-las? Eu não me compreendo sempre, eu não me expresso com tanta clareza quanto parece e em cada um de meus discursos desesperados, o desespero real fica guardado, o desespero real sobra apenas para mim.

É difícil ser o que sou, assim como é difícil para qualquer pessoa. Eu vivi coisas demais nos poucos anos que vivi e ainda assim não sei dizer o que tirei de tudo isso. Onde foi que eu cresci e onde poderia ter crescido mais? Não sei dizer ao certo qual é o meu tamanho e nem o espaço que eu venho ocupando na vida das pessoas ao meu redor.

Eu sei que sinto, e sinto muito, eu sei que sinto o estrago que causei nas coisas, mas infelizmente demorei demais pra perceber o meu poder de mudança. Eu não gosto de afastar as pessoas, eu não gosto de acabar com o que poderia ter sido muito maior, mas eu sou assim, transpareço os meus impulsos de uma forma agressiva e com isso consigo parte do que eu quero. É cômodo, é seguro, é fácil de dormir a noite... foi a forma que encontrei de dar continuidade para as coisas que eu gosto de viver.

Não tem sido fácil, de qualquer maneira, não tem sido fácil carregar o peso das mentiras que eu venho vivendo. Eu quero mudar, eu vou mudar, eu posso mudar e eu posso ter um infinito de experiências novas com essa mudança. Me abrir pra o que vier é me abrir pra outras feridas, eu não tinha certeza, mas agora eu tenho, eu sei que quero me machucar, porque é assim que as coisas são.

A sinceridade disso tudo está nas pequenas coisas, eu nunca dissimulei o meu amor, eu nunca dissimulei o meu afeto e nem a minha proximidade. Eu gosto porque gosto, eu me orgulho de quem tenho ao meu redor, sei que foram as melhores pessoas que conheci na vida. Eu só não queria ter sido tão difícil em alguns momentos e ter mostrado com mais sobriedade para os outros o tanto que eu eles significam para mim da forma correta, sem tanto drama e sem tanto fervor. É pura admiração, mesmo.

A sinceridade disso tudo está no desespero em melhorar, a sinceridade disso tudo está na força que eu venho empenhando em ser melhor, minha mudanças tem sido dadas a passos tímidos, mas agora será diferente. Eu quero vocês ao meu redor, eu quero sentir a alegria que só vocês podem me dar. Eu quero mostrar quem eu sou e o que eu sinto, sem mais jogos, sem mais mentiras, sem mais esconderijos.

Meu nome é Matheus
É esse quem sou
Muito prazer

Nenhum comentário:

Postar um comentário