Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

À Desconhecida

Acho que estou trocando as coisas de lugar
Não sei o que vejo e o que sinto
Não sei o que conto e o que minto
Não sei mais o que deves escutar...

Sigo a sina de estar me confundindo
Ou espero, te iludindo
Ou te espero vir sorrindo
Dizendo o que eu mais quero escutar...

Talvez por puro fascínio e ilusão
Talvez algum princípio de razão
Talvez seja essa curiosidade

Só sei se quero mais que devo
Mas mudar isso... não me atrevo
Pois de ti, não quero só saudade

Nenhum comentário:

Postar um comentário