Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Justificativas

Poucas coisas dizem tanto quanto a dor da perda
Janelas tristes de minha alma que já não se ocupam mais
Tanto falo e nada digo sobre a minha completude
E nessa próxima maré o que sou deve mudar

Os dias se encaminham pra outro dia qualquer
Mas outro dia que passou eu me peguei pensando e só
E sozinho como estou os dias passam devagar
E já não para saber que dia é esse que passou

Varandas ocupadas não traduzem minha vida
E a eterna companhia desses bares da cidade
Nada mais diz sobre mim além do que não está aqui
Eu acho que a tristeza de hoje não se justifica
Mas guardo para mim qualquer outra confissão
Eu já perdi demais pra me arriscar mais uma vez

Nenhum comentário:

Postar um comentário