Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Outros

Duas doses, um cigarro, três cadeiras, solidão
Resume essa passagem conturbada pela vida
Sei que é cedo pra encerrar, muitas doses chegarão
Cadeiras irão faltar, cigarros se apagarão

Troco olhares, troco as pernas, troco tudo por trocar
É só um jogo meu amigo, não interessa o vencedor
Lanço os dados e abro as cartas, o que vale é apostar
Ganhei todos os dias, invariável perdedor

Venham doses, venham pernas, que venha outro lugar
Venham tintas diferentes pra pintar outro cenário
É só um jogo meu amigo, se distrair, não se lembrar
Das derrotas de outro ano que estão fazendo aniversário

Duas doses, um cigarro, três cadeiras, solidão
Passagem conturbada nessa vida resumida
Sei que é cedo pra dosar as tristezas que virão
Outras irão passar, outros se apagarão

Nenhum comentário:

Postar um comentário