Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

domingo, 12 de junho de 2011

Considerações Finais

Eu sigo só, daqui pra frente
Sem saber pra onde, sem saber por quê
Já que o que quero se esconde em você
Já que só queres o que não sente...

A gente se repete, é sempre assim
Tanto amor é muito pouco, é quase nada
Eu sempre louco e você sempre errada
Essa é a conclusão de todo fim...

E a gente se machuca até cansar
E a gente sempre sofre sem cessar
Mas é certo que amanhã é outro dia

Nosso tempo era curto e já passou
Você foi embora e minha dor ficou
E o amor está repleto de agonia

Nenhum comentário:

Postar um comentário