Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Ele & Ela

Ele de tantas certezas
Ela de tantas verdades
Ele era ansiedade
Ela era só sutilezas

Ela mal se importava
Ele mal se entendia
Mas ela se aceitava
Mas ele só a queria

Ele sem jeito pra nada
Ela esperava paciente
Ele não estava ciente
Ela continuava calada

Pois o que nela havia em excesso
Nos outros costuma faltar
As correntes que prendem ao charme
No olhar

Nele o que havia em excesso
Nela costumava faltar
Os amores largados ao ventor
Para contar

Ela não era comum
Ele era só outro cara
Ela, de beleza rara
Ele sem jeito nenhum

Ele estava disposto
Ela só estava esperando
Ele aproximou o rosto
Ela já estava o beijando

Ela seis anos atrás
Ele contando os segundos
Ela vivia em um mundo
Que ele não era capaz

E o que ela queria pra vida
Ele queria viver
Não importava como seria
Sofrer

E o que ele queria pra sempre
Era apenas o que ela falasse
Se não fosse o suficiente
Que mudasse

Eles se reinventaram
Eles se adaptaram
Eles sofreram distantes
Eles sorriram colados
Eles foram perfeitos
Com tudo o que é defeito
Eles foram ideais
E nada mais

O que eles tiveram foi sorte
De conseguirem se enrolar
Estendendo o que não devia nunca
Acabar

E o que eles tiveram em excesso
Aos outros costuma faltar
Foi tempo o suficiente
Pra se amar

Nenhum comentário:

Postar um comentário