Histórias passadas de coisas não tão passadas assim

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Noites

Eu supus que ao amanhecer minha dor passaria
Que nada mais iria ficar além das sombras da noite anterior
E eu ainda espero acordado o que a manhã prometia
Pra que eu possa ser de novo feito totalmente de amor


Nenhum comentário:

Postar um comentário