Eterno arquivo do que já não interessa
Vazio Infinito

terça-feira, 3 de julho de 2012

Restos de Outro Ano

As horas passam
Enquanto eu fico aqui parado
Me mato mais de trago em trago
Conto cigarros pra acabar

Pessoas passam
O mesmo passo acelerado
E aquele olhar de preocupado
Sempre com pressa de chegar

Eu sento novamente à mesa
Fecho novamente a porta
Nutro sempre essa certeza
De que a saudade corta

Estou aqui pra contar o que restou
De mais esse ano que passou...

Nenhum comentário:

Postar um comentário